Adoro essa moda de pintar paredes de quadro negro para escrever. Acho lindo, acho criativo. Mas infelizmente não tenho liberdade para fazer isso na minha casa. Porém, posso inventar alternativas… como o espaço embaixo dos meus nichos estava vazio, resolvi fazer um quadro assim para por ali. 

Tentativa
#1:

Usei um pedaço de papel paraná e fiz uma receita recorrente na web.
(Queria ter achado para comprar a tinta pronta, mas só em loja de
tintas para casa. Não fui ver, mas acredito que o pote seja bem grande e
ia sobrar muito, já que meu quadro é pequeno. Mas dizem que é super
fácil de encontrar e baratinha.)

FAIL: Bom, errei a mão na medida dos ingredientes e deixei super áspero e impossível de rabiscar, sem marcar pra sempre. Até tentei aproveitar, jogando um verniz fosco em
spray por cima, pra ver se impermeabilizava e não saia o pó do rejunte, mas não adiantou. Além disso, o papel paraná absorve muita umidade, parecia que a tinta secou porque ele chupou toda a água pra dentro. Envergou e não teria condições de prender na parede.

Tentativa #2: 

Comprei uma placa de MDF e apliquei Contact preto. Simples assim.  Deu super certo e é ainda mais fácil pra limpar: basta um pano molhado. Adorei!

E apesar de ser uma pessoa alérgica a poeira e não ter pensado no giz
solto pelo ar do espaço onde durmo, agora tenho um quadro pra rabiscar!

(Imagens: http://colunas.revistaglamour.globo.com/referans/2012/11/21/decorando-com-tinta-lousa/ e http://sarahwidman.se/portfolio/)

Disqus

casadocecasa

Wordpress

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *