Pop Art é uma grande paixão. Adoro Warhol e Lichtenstein. Mas tem uma escultura pela qual sou apaixonada: “LOVE” de Robert Indiana.
Se não reconhece pelo nome, com certeza você já viu uma reprodução em algum lugar…

Ah! Essa foto! Quando a vi em poucos pixels, me apaixonei e iniciei uma busca incessante por uma versão maior. Já tinha desistido até que um dia ela simplesmente apareceu na minha frente. Achei o autor e seu Flickr e lá tem todos os tamanhos para baixar. Obrigada, Thomas R. Stegelman. Enquanto eu mesma não vou a NY tirar uma, vou ficando com a sua.

Bom, sobre o artista: Robert Clark (1928), nasceu em New Castle, Indiana. Quando se mudou para New York começou uma produção de arte comercial que se mesclava com o Existencialismo e gradualmente se transformou no que ele chamava de “poemas esculturais”. Suas esculturas consistiam em imagens simples, principalmente letras e números, como as palavras “EAT”, “HUG” e o mais conhecido “LOVE”.

LOVE em casa

As esculturas são amplamente reproduzidas pelo mundo. E quando vi essa foto de um ambiente aleatório pela internet, fiquei louca pra ter uma, pra por na minha futura sala! Comecei a procurar, mas só achei pesos de papel de 7cm. (essa da foto tem 20cm e é de um site australiano que não entrega no Brasil.) 

Até que encontrei uma outra opção em um leilão no Ebay, em MDF, com 16cm de altura. Não foi barata, no total deu R$70 (na época)… e nunca chegou! A única compra que fiz no Ebay que não recebi. Justo a que mais queria. Hoje eu acho que foi o vendedor que agiu de má fé e não enviou. Ele sumiu e nunca consegui nem escultura, nem dinheiro de volta.

Daí, como cismo com as coisas, resolvi fazer uma. Imprimi o molde, cortei o papel paraná, cola daqui, remenda de lá… camadas de papel coladas e nada de ficar lisinha e perfeita como a da foto. De tantas camadas de papel, ficou mais grossa que a original.

Deixei no fundo do armário por, sei lá, 1 ano, até que resolvi procurar novas alternativas pra melhorar. Comprei uma pasta de modelagem, passei e lixei. Falta pintar, mas queria fugir um pouco do branco / preto e escolher uma cor que combine com o ambiente onde ela irá ficar. Por isso ainda não pintei. Sei que não está perfeita, como eu queria, mas dá pro gasto.


(Credito das imagens: 1 e 2)

Disqus

casadocecasa

Wordpress

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *