Lucy não é um filme que você acaba de ver e fala “noooossa, que filme bom!”, mas a ideia dele é muito interessante.

Lucy é uma mulher comum que se envolve em um pequeno problema com a máfia de drogas de Taiwan. Ela acaba entrando em contato com uma super droga que estimula o cérebro (nootrópico).  Nós não usamos a maior parte da capacidade que temos, isso é fato. Mas por conta dessa substância, ela usa 100%.

Alguns criticaram, exatamente por conta dos poderes “sobrenaturais” que ela desenvolve. Ok, o final é meio surreal, mas como eu gosto de filmes fantasiosos, adorei. E terminei de ver com a mesma sensação que tive quando vi Sem Limites: preciso usar uma coisa dessas!

Não estou falando que quero usar drogas. Mas algo que me ajudasse a potencializar tudo que tenho e usar a meu favor pra conquistar coisas, seria muito bem vindo. Principalmente nesse momento em que estou estudando. Adoraria, se não me causasse nenhum efeito negativo, claro.

Inclusive, falando nisso, já li algumas matérias dizendo que lá em Palo Alto, está com uma onda de usar nootrópicos. Mas que não se sabe os efeitos que essas drogas podem causar a longo prazo. Portanto, esquece!

Mas os dois filmes acabam passando a mesma ideia: a gente teria a capacidade de fazer muito mais do que estamos acostumados, se treinássemos nosso cérebro. Se você quer se inspirar um pouco pra conseguir fazer algo que acha que não consegue, assista a eles! E depois me conta o que achou.

#mc_embed_signup{clear:left; font-family: Raleway; font-size: 24px; font-weight: 400; font-style: normal; line-height: 1.25; letter-spacing: 3px; text-transform: uppercase; text-align: center; color:#222;}
/* Add your own MailChimp form style overrides in your site stylesheet or in this style block.
We recommend moving this block and the preceding CSS link to the HEAD of your HTML file. */

INSCREVA-SE AQUI PARA RECEBER AS NOVIDADES E PRESENTES EXCLUSIVOS DA CASA!

SEU EMAIL

SEU NOME

(function($) {window.fnames = new Array(); window.ftypes = new Array();fnames[0]=’EMAIL’;ftypes[0]=’email’;fnames[1]=’FNAME’;ftypes[1]=’text’; /**
* Translated default messages for the $ validation plugin.
* Locale: PT_PT
*/
$.extend($.validator.messages, {
required: “Campo de preenchimento obrigatório.”,
remote: “Por favor, corrija este campo.”,
email: “Por favor, introduza um endereço eletrónico válido.”,
url: “Por favor, introduza um URL válido.”,
date: “Por favor, introduza uma data válida.”,
dateISO: “Por favor, introduza uma data válida (ISO).”,
number: “Por favor, introduza um número válido.”,
digits: “Por favor, introduza apenas dígitos.”,
creditcard: “Por favor, introduza um número de cartão de crédito válido.”,
equalTo: “Por favor, introduza de novo o mesmo valor.”,
accept: “Por favor, introduza um ficheiro com uma extensão válida.”,
maxlength: $.validator.format(“Por favor, não introduza mais do que {0} caracteres.”),
minlength: $.validator.format(“Por favor, introduza pelo menos {0} caracteres.”),
rangelength: $.validator.format(“Por favor, introduza entre {0} e {1} caracteres.”),
range: $.validator.format(“Por favor, introduza um valor entre {0} e {1}.”),
max: $.validator.format(“Por favor, introduza um valor menor ou igual a {0}.”),
min: $.validator.format(“Por favor, introduza um valor maior ou igual a {0}.”)
});}(jQuery));var $mcj = jQuery.noConflict(true);

Disqus

casadocecasa

Wordpress

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *