Estamos no meio de uma série de projetos diy usando o cimento como material principal. E não tem como pensar em concreto sem lembrar do estilo industrial, concorda? Por isso que hoje vamos falar dele!

 

Ele se popularizou em Nova York nos anos 50, quando, depois de empresas pararem de funcionar, artistas e também a classe média, começaram a usar esses espaços abandonados como moradia e ateliê. Fábricas e galpões viraram os famosos lofts. E não por coincidência, tanto na arquitetura quanto nas artes plásticas, foi um momento em que estavam se preocupando com a funcionalidade, (sem o descuido da forma), além de, claro, contestar o padrão antigo.

 

O industrial tem uma “cara” de ambiente estéril, mas isso não quer dizer que seja desconfortável e pouco aconchegante. Bom, talvez algumas pessoas digam que “é, sim!”, mas que bom que temos gostos variados, não é mesmo?! Eu não curto casas abarrotadas de coisas (principalmente antigas) e me sinto super bem em lugares assim, com essa pegada de fábrica, onde só fica o que é realmente útil. E por gostar tanto do estilo é que vou listar agora 10 características dele…

 

Estruturas aparentes: tijolinhos, tubulações e trilhos

A queridinha do momento, a parede de tijolinhos, tem tudo a ver com esse estilo que não tem medo de mostrar toda a estrutura e fazer dela a cereja do bolo.
Muito pela praticidade de mudar as coisas de lugar, as tubulações são do lado de fora da parede e os trilhos muito utilizados. O que nos leva aos próximos dois item…

 

 

Espaços integrados

As divisões clássicas vai abaixo e vemos espaços amplos que tem mais de um ambiente em um só lugar.

 

Flexibilidade

O industrial nasceu de uma adaptação. E ele tem em seus elementos essa característica, a casa industrial é uma camaleoa que vai mudando conforme a necessidade e desejo do dono, sem muito esforço. Praticidade é palavra-chave.

 

 

Funcionalidade

Nada está ali à toa. E tudo fica à mão. Cada item é pensado para ter uma utilidade e facilitar a vida do morador. Claro que diferente de uma fábrica, a gente vai encontrar peças que estão lá só pelo deleite visual, mas em regra, as coisas aqui são pensadas para ter uma função além da pura estética (como eram, por exemplo, os detalhes ornamentais da art nouveau).

 

 

 

Monocromia

Preto, branco, cinza. A paleta é bem séria e neutra, quer dizer, ela não toma partido de nada.
Mas não estamos falando de fábricas e sim de residências, então não precisa ter medo de usar uma cor ou outra (ou várias, como na foto), aliás, a graça do ambiente vai ficar exatamente aí, na combinação: amarelão, vermelho, pink… até as pastéis ficam lindas: rosa pálido pode dar aquele toque feminino que as vezes falta aos ambientes industriais, ou então um frescor de verde menta ou verde água.

 

 

Materiais… industriais!

Porque oras, nas fábricas os objetos precisam resistir ao uso frequente sem serem substituídos em um curto espaço de tempo, certo? Então nada melhor que trazer a mesma funcionalidade pra dentro de casa.

 

Concreto

pode ser a própria parede ou o piso sem revestimento, móveis em alvenaria, bancada de pia ou em objetos decorativos, enfim, tem uma infinidade de opções pra usar esse material tão versátil e barato como o cimento.

 

 

Clique aqui para ver a minha série de projetos usando cimento

 

Madeira + metal

O metal é resistente, porém um tanto frio e impessoal. Por isso associa-lo à madeira é uma forma de trazer aconchego pro objeto / ambiente.

 

 

Inox

Ele não oxida, consequentemente fica com aparência de novo por muito tempo, ou seja, um ótimo investimento para utensílios e acabamentos.

 

 

Vidro

Hoje em dia, com a história toda da sustentabilidade e reciclagem, eles voltaram a fazer sucesso, porque ninguém é tão “amigo da natureza” quanto os vidros, afinal: “lavou tá novo!”.
Além de serem super elegantes para a decoração, são práticos e muito menos agressivos para a saúde. Só benefícios! (A não ser quando você é desastrada e quebra um…)

 

 

Neon /grafismos

As placas em neon e os grafismos das fachadas vem pra dentro de casa. Letras decorativas e painéis luminosos compõem muito bem, trazendo um ar descontraído, quebrando a seriedade dos ambientes.

 

 

E você, gosta do estilo industrial? Me conta aqui nos comentários!

 

Imagens: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10

Disqus

casadocecasa

Wordpress

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *