Antes de qualquer coisa, quero falar com você aí que abriu esse post pensando “nem sei o que estou fazendo aqui, eu nem tenho uma marca!” vou te contar um segredo: você É uma marca. Pensa em todas as vezes em que você compartilhou algo na internet, ou até quando teve que falar com seu chefe… você se posiciona o tempo inteiro! Então, sim, você é uma marca e emana mensagens pro mundo. Seja pra 1 pessoa ou pra várias.

Isso é branding.

 

 

Branding não acaba

 

Brand é marca. Mas o sufixo ING, no inglês tem o mesmo valor que o nosso “NDO”, ou seja, fazendo / criando a marca. Marcando?! Tradução livre minha, mas a ideia é mais ou menos essa, como mostrar nossa marca pro mundo.

 

O branding é um processo de construção. A cada novo post, texto, foto, mensagem, qualquer coisa em que você fale, está adicionando um tijolinho na construção da sua marca.

 

Inclusive, uma parte muito séria do marketing atualmente é a gestão de crises. Que de uma forma bem simplória de explicar, está lá pra quando alguma mensagem é equivocada e a marca precisa “se desculpar” pelo que disse. Porque qualquer coisa equivocada significa ruído na comunicação da imagem que uma marca, dia após dia, tenta construir.

 

 

Branding é tudo

 

Ele é a gestão da marca. E por isso permeia tudo que é dito, feito e mostrado pela marca. Parece simples, né? Mas muita gente confunde um pouco as coisas nesse ponto…

 

Geralmente se pensa no nome, no logotipo e pronto. Mas isso é uma parte do branding. A marca tem que comunicar seu propósito em TUDO. E dois dos pontos de contato são o logo e o nome. Mas vai muito além.

 

Qual a personalidade da sua marca?

O conceito por trás da escolha do nome?

Qual a história que ela conta?

Qual a voz usada (se fosse uma pessoa, como ela falaria)?

Que público quer atingir? Como faz isso?

Sua missão, visão e valores?

 

 

Seu nome, símbolo, paleta de cores, história, a ocupação dos espaços vazios em uma diagramação, o tipo de foto, como você trata seus clientes, o layout da loja (física e virtual), seus impressos, a qualidade do material que usa… tudo faz parte da comunicação do conceito da sua marca, pro seu público alvo.

 

Tudo isso é branding.

 

E se você é uma pessoa que se interessa por vários assuntos e está meio perdida, te convido a ler meu post sobre: “Como criar uma marca que faz sentido quando se é multi-potencial

 

 

***

Pequeno aviso:

Durante o mês de junho vou aproveitar o gancho do nome novo e falar bastante sobre marcas. Então, se você:

  • Se interessa, te convido a voltar semanalmente, deixar suas perguntas e opiniões. Vamos conversar sobre esse tema que tanto amo!
  • Tem uma amiga que tem uma marca e acha que ela precisa de umas dicas, compartilha o link e vamos ajudar mais pessoas!
  • Não tem interesse (não entendo como, já que somos todos marcas pessoais!) fica tranquila que em julho os posts vão ser mais mesclados, como sempre foram. 😉

Disqus

casadocecasa

Wordpress

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *